Teoria da Cor - parte 1

A imagem é formada por estímulos na retina. Esses estímulos pode ser:

- Luz direta: COR-LUZ - "Projeção direta da luz na retina" (objetos emitem luz)

- Luz indireta: COR-PIGMENTO - "Projeção indireta da luz na retina" (objetos refletem luz)


COR-LUZ


  • Projeção direta da luz na retina (objetos que emitem luz)
  • Formação das cores por síntese aditiva.
  • Exemplo: TVs, monitores, etc.


SÍNTESE ADITIVA



  • No sistema aditivo: quanto mais cor, mais claro
  • As cores somam luz. 
  • Esse é o sistema é RGB, utilizado pelas TVs, monitores, etc. 
  • Suas cores primárias são o vermelho, verde e o azul.




Aproximação da imagem até o nível dos pixels


FENÔMENO DA FÍSICA



Passando uma luz branca por um prisma é possível desconstituir a luz branca original em feixe de luzes coloridas (arco-íris).




COR-PIGMENTO


  • Projeção indireta da luz na retina (objetos que refletem luz)
  • Formação das cores por síntese subtrativa.
  • Exemplo: livros, tintas, roupas, etc.


SÍNTESE SUBTRATIVA




No sistema subtrativo: quanto mais cor, mais escuro
As cores subtraem a luz. 
Esse é o sistema é o CMYK. 
Suas cores primárias são o amarelomagenta e o ciano.
Nele são utilizados as primárias da cor somadas ao preto.


Sistema CMYK



CÍRCULO CROMÁTICO


P - primárias (amarelo, magenta e ciano)
S - secundárias (soma de duas primárias)
T - terciárias (soma de uma primária e uma secundária)


CORES COMPLEMENTARES



- A complementar do amarelo é o roxo.
- A complementar do ciano é o lanraja.
- A complementar do magenta é o verde.


CORES QUENTES E CORES FRIAS

  • Temperatura das cores




Quente x Fria






PARÂMETROS DA COR


Existem 3 parâmetros que são utilizados para definir as cores: Matiz, Saturação e Brilho.

Matiz

É a variação da essência da cor. 


Cores da mesma matiz (vermelho)


Cores de matizes diferentes


Brilho

É a luminosidade da cor. É o quanto a cor se aproxima do branco ou do preto.


Saturação


É a vivacidade da matiz. Quanto menos saturação, mais a cor fica "morta", se aproxima do cinza. Quanto mais saturada, mais "viva" é a cor. 



Utilizando esse sistema é possível definir com precisão a cor desejada. Pois ao falar "verde" você só define a matiz, existem milhares de variações e quase 100% de chance do verde que você pensou ser diferente do verde de outra pessoa. Um exemplo de aplicação é o programa Photoshop (essencial para nós, arquitetos e estudantes de arquitetura), no qual é possível alterar as cores da imagem utilizando esses parâmetros.

  • Imagem original




  • Imagem modificando a Matiz (Hue)


  • Imagem modificando a Saturação (Saturation)


 
  • Imagem modificando a Luminosidade (Lightness)




Bibliografia utilizada


PEDROSA, Israel. Da cor à cor Inexistente.
PIRAUÁ, José. Parâmetros da cor. Linguagem das cores - Aula 4. Disponível em: <http://www.slideshare.net/piraua/linguagem-das-cores-aula-4>
FRIEND, Trudy. Dibujar y pintar. Evergreen, 2004.


Teoria da cor. Disponível em: <http://www.amopintar.com/teoria-da-cor>



2 comentários: